PF deflagra operação contra desvios de recursos federais em Alagoas

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (11) a Operação Beco da Pecúnia que investiga desvios de recursos federais do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), em Alagoas. 

Ao todo, 162 agentes da corporação cumpriram 35 mandados de busca e apreensão em seis municípios alagoanos – Maceió, Rio Largo, São Sebastião, Messias, Palmeira dos Índios e Paripueira – e em São Paulo. Também foi determinado o bloqueio de bens móveis e imóveis no valor de R$ 12 milhões para garantir o ressarcimento aos cofres públicos. 

Segundo a investigação, os desvios teriam ocorrido em contratações e pagamentos, no valor R$ 20 milhões, realizados pelo município do Rio Largo em favor de duas empresas para compra de material de construção e peças e serviços para veículos. 

De acordo com a PF, entre 2019 e 2022, foram realizados 245 saques de dinheiro nas contas das empresas que receberam os recursos. Para burlar a identificação pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), eram realizados saques individuais de R$ 49 mil. Saques acima de R$ 50 mil são automaticamente identificados pelo órgão. 

Além dos mandados de busca, a Justiça determinou o afastamento dos agentes públicos envolvidos na investigação e a proibição de novos repasses de recursos às empresas citadas. 

A operação contou com auxílio da Controladoria-Geral da União (CGU) em Alagoas. 

0 Shares
You May Also Like