Por iniciativa da deputada Delegada Adriana Accorsi, Alego condecorou pessoas negras na noite dessa quarta-feira, 22

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Por iniciativa da deputada Delegada Adriana Accorsi (PT), a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) promoveu nessa terça-feira, 22, sessão solene para entrega de Certificado do Mérito Legislativo em homenagem a pessoas negras de destaque em Goiás. A solenidade teve lugar no plenário Iris Rezende, no Palácio Maguito Vilela, em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado anualmente em 20 de novembro.
A sessão especial foi aberta pela apresentação da cantora Thaina Janaima, seguida pelo cantor Ricardo Oliveira.
Além da deputada propositora da sessão, que presidiu os trabalhos, a mesa foi composta por: coordenadora nacional do Movimento Negro Unificado, Iêda Leal; presidente da Câmara de Vereadores de Goianira, Katia Alves Tourinho (Rede); vereadora Elenízia da Mata de Jesus (PT), da cidade de Goiás; vereadora Domingas Gouveia de Carvalho (SD), de Itauçu; secretário de políticas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Erivânio Herculano da Silva, representando o SindSaúde; presidente do Conselho de Alimentação Escolar e Conselheira Tutelar, Katia Regina Neres Reis; empresária Eliana Regina da Silva; presidente do Conselho Estadual da Mulher, Ana Rita Marcelo de Castro.
Discursos
Adriana Accorsi destacou a importância da sessão solene. “Me sinto muito emocionada em poder, nesta Casa de Leis, prestar uma homenagem tão importante aos que aqui receberão o Certificado de Mérito Legislativo, que foi criado para homenagear personalidades que exercem notáveis serviços para o estado de Goiás.”
A petista citou projetos de lei importantes que elaborou durante seus mandatos. “Tenho o orgulho de dizer que em todos os meus mandatos como deputada estadual, sou autora de diversos projetos de leis e requerimentos que, juntos, são importantes políticas públicas para a redução de desigualdades estruturais no nosso País. Posso aqui citar o projeto de lei que institui cotas raciais nos concursos públicos para cargos efetivos no judiciário goiano e a lei que reserva vagas de estágio para pessoas negras em programas de estágio do poder público do estado de Goiás.”
A parlamentar afirmou que é preciso ter a consciência de que a luta contra o racismo, contra a discriminação, pela oferta de oportunidades iguais a todos, exige ainda muita luta, muita determinação. “Temos a obrigação de avançar ainda mais. Novembro, mês da consciência negra, é um mês de resgate da memória e de luta do povo negro, somos uma nação diversa, plural, com características africanas marcadamente impressas em nossos costumes, em nossa língua e nas manifestações artísticas, o que nos enche de orgulho.”
A legisladora encerrou seu discurso com um pensamento da ativista norte-americana Angela Davis: “Numa sociedade racista, não basta não ser racista. É necessário ser antirracista”.
Sonhos
A vereadora da cidade de Goiás Elenízia da Mata de Jesus subiu à tribuna para falar em nome dos condecorados. “Trago comigo o dom dos meus antepassados e, juntos, carregamos o sonho de que pessoas pretas podem ocupar espaços de representatividade. Acredito na força emanada que temos para construir palavras que possam traduzir o momento importante que vivemos.”
Segundo ela, viver esse momento de tributo é, de fato, algo que se deve celebrar. “Te convido a celebrar a resistência do povo preto. Hoje, agora, depois de tantas guerras, devemos celebrar esse tributo.”
Coordenadora nacional do Movimento Negro Unificado, Iêda Leal destacou que é dia de salvar as pessoas negras. “Todas as pessoas presentes nesse auditório precisam entender que nosso País é de maioria negra. Agradeço a deputada Accorsi, que agora será deputada federal que vai ajudar (o presidente) Lula. Agora, teremos aqui, como deputada estadual, Bia de Lima. Mês de novembro é mês de luta.”
Dia da Consciência Negra
A Lei 12.519 de 2011 instituiu oficialmente o dia 20 de novembro como Dia da Consciência Negra, com o intuito de chamar a atenção da sociedade para o racismo estrutural e propor a reflexão das suas consequências para a população negra. A lei deixa aberta a possibilidade de estabelecimento de feriado em tal data, que fica a critério dos municípios e dos estados.  
A data instituída pela Lei nº 12.519/2011 e sancionada pela então presidente Dilma Roussef, faz referência à morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares (localizado entre Alagoas e Pernambuco), morto por bandeirantes, em 1695.  Nesse sentido, o 20 de novembro relembra a luta dos negros contra a opressão e o racismo.
Homenageados com Certificado Personalidade de Destaque 2022
Elenízia da Mata De Jesus
Ana Rita Marcelo de Castro
Cristiane Rosa de Brito Silva
Domingas Gouveia de Carvalho
Eliana Regina da Silva Turchetti
Fernanda Janaína Monteiro Raiol
Iaracélia Leal de Souza
Iêda Leal de Souza
Kátia Regina Neres Reis
Kátia Alves Tourinho
Walkiria Jardim de Barros
Maria Aparecida Alves da Silva
Maria Luiza Moura Oliveira
Nádia Beatriz Martins Garcia Pereira
Thayná Janaina Soares Nazareth
Homenageados com Certificado do Mérito Legislativo
Ana Lúcia Pereira da Costa
André Luiz Barbosa do Nascimento
Antônia Maria da Silva Luz
Cássio Cardoso
Clarinda Cristina Sousa Brito
Claudia Lúcia Rosa
Eduarda Ribeiro da Silva
Erivânio Herculano da Silva
Flavia Cristina Marques
Geovanna de Castro Tavares
Ivan Barbosa De Oliveira
Janaina Dias Soldeira
João Batista Ribeiro de Oliveira
João Pereira Nunes
John Maia Gomes
Josenanes Rodrigues Damazio Junior
Joyce Pereira Franca
Juliana Jardel
Juliana Ribeiro
Leonlivier Max Garcia Pereira
Lucas Rangel Barbosa
Lucyana Pereira da Costa
Luzia Nachilenga Cambuta Antônio
Magnólia Borges do Lago
Marcia Cristina Aparecida Dos Santos
Marco Aurélio dos Santos
Marcos Souza Lima
Marcos Vinícius Soares Barbosa
Maria Carolina Dias e Silva
Maria Luiza Fernandes de Jesus
Maria Zita Ferreira
Nelson Alves Ferreira
Regina Aparecida de Oliveira Vargas
Reginaldo Barbosa Santos
Ricardo Souza de Oliveira
Ruth Aparecida Maroues
Sandra Regina Martins Gomes
Susan Maria da Graça Castro Dos Santos
Thereza Ohana Alves dos Santos
Thiago Chiba Dos Santos
Valéria Nunes da Silva Santos
Yordanna Lara Pereira Rêgo

0 Shares
You May Also Like