Pré-cadastro para o programa de reforma agrária agora é digital com acesso pelo gov.br

0 Shares
0
0
0
0
0
0

O processo de seleção de famílias para o Programa Nacional de Reforma Agrária agora é realizado digitalmente por meio de acesso à plataforma gov.br. A família interessada em participar deve fazer o pré-cadastro, a partir de terça-feira (1º/11), na Plataforma de Governança Territorial do Incra, usando o login na conta do gov.br. A iniciativa foi implementada em parceria com o Programa Startup gov.br da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia.

O acesso à Plataforma de Governança Territorial é feito de forma ágil, prática e segura com a conta do cidadão no gov.br. Para se candidatar às vagas em assentamentos, a pessoa precisa selecionar o serviço “Pré-cadastro como interessado no Programa de Reforma Agrária”. A plataforma realiza a identificação, a escolha e o enquadramento das famílias nos requisitos necessários para serem assentadas, por meio de validação das informações com as bases de dados governamentais.  

Após o pré-cadastro dos interessados, o Incra formaliza a lista de demanda para assentamentos, com o objetivo de planejar o número de vagas, em todo o país, para atender às famílias no programa de reforma agrária. Conhecendo a necessidade real de implantação de novos assentamentos, o atendimento é realizado com mais efetividade, possibilitando a definição de políticas e soluções direcionadas às regiões com maior demanda.

A iniciativa propicia, ainda, mais transparência e agilidade na implementação da política de acesso à terra e oferece aos interessados a oportunidade de acompanhar e conhecer melhor os procedimentos e normas que regem o ingresso e a seleção de famílias na reforma agrária. Antes, o interessado conhecia o edital de seleção somente a partir da publicação no portal do Incra e deveria se inscrever, presencialmente, nos locais e datas definidos no documento.  

Etapas do processo

O pré-cadastro da família no programa não garante o direito imediato a um lote em assentamento. Na primeira fase, o interessado escolhe três municípios em que deseja concorrer a uma vaga, fazendo parte da lista de demandas para assentamento. Depois, deve aguardar a disponibilidade de vagas para realizar a segunda fase do processo seletivo que é a inscrição. Cada candidato recebe, automaticamente, um e-mail confirmando o pré-cadastro e, só então, pode se inscrever, assim como efetuar alterações de informações, por meio da conta gov.br.

A terceira fase é o assentamento das famílias. Essa etapa conclusiva ocorre após análise dos critérios de seleção, com a triagem e enquadramento de famílias pré-cadastradas que preencham os requisitos para a concessão de lotes nos assentamentos. O processo acontece com agilidade, transparência e isonomia do início ao fim.

O projeto de transformação digital do Incra tem o apoio pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia e pela Secretaria Especial de Modernização do Estado da Secretaria-Geral da Presidência da República. A Plataforma de Governança Territorial é desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Com informações do Ministério da Economia

0 Shares
You May Also Like