Prefeitura de Goiânia e governo estadual realizam ação contra dengue na Região Noroeste, nesta sexta-feira (1º/04), com apoio de 150 servidores do município

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), inicia, nesta sexta-feira (1º/04), força-tarefa para intensificação das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e arboviroses, como Chikungunya e Zika.

A força-tarefa terá início às 10h, em evento na Praça da Feira do Jardim Curitiba, conduzido pelo Secretário Municipal de Saúde, Durval Pedroso, e autoridades da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e do Corpo de Bombeiros, parceiros no combate ao mosquito.

As ações, que serão iniciadas pela Região Noroeste da capital, e contam com o apoio do Governo de Goiás, envolvem a fiscalização de focos, aplicação de inseticida com bomba costal contra o mosquito, e conscientização dos moradores.

Integram os trabalhos servidores da Secretaria Municipal de Saúde, Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg). A prevenção contra o mosquito da dengue é realizada durante todo o ano pelos agentes comunitários de endemias da SMS, mas os serviços são reforçados a partir do período chuvoso, quando se registra aumento de números de casos.

“A ação visa reduzir os efeitos que a chuva pode causar no aumento de criadouros do mosquito, e reduzir os índices de infestação na capital”, explica o titular da SMS, Durval Pedroso. Ele ressalta que os agentes de combate às endemias vão atuar, primeiramente, nos bairros mais afetados e com maior número de casos notificados em cada uma das sete regiões de Goiânia.

“Para isso, vamos começar pela Região Noroeste, que é uma das localidades com o maior número de casos”, explica o secretário. Serão mais de 150 agentes em atuação.

Durval Pedroso lembra que em Goiânia, desde o início do ano, foram registrados 22.575 casos de dengue. “Para se ter uma ideia, no chamado Distrito Noroeste, por exemplo, a cada 100 mil habitantes, 2.269 pessoas foram diagnosticadas com dengue, em nossas unidades de saúde”, enumera. Ele destaca, ainda, a importância da participação ativa da população na eliminação dos criadouros do Aedes aegypti, em seus domicílios.

“Estudos mostram que cerca de 80% dos focos do mosquito são encontrados nos domicílios”, assinala o secretário, pontuando que os moradores têm de fazer a sua parte, e retirar de suas casas objetos que acumulam água e que se transformam em criadouros do Aedes.

“Nossos agentes de endemias e os comunitários de saúde estão focados nessas visitas domiciliares, e também contamos com o apoio da Amma e Comurg, para atuar na limpeza dos logradouros públicos, praças, parques e lotes baldios, para evitar que se tornem locais responsáveis por focos do mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya”, observa.

Serviço
Assunto: Prefeitura de Goiânia e governo estadual unem forças contra dengue na Região Noroeste, em ação com 150 servidores do município
Quando: sexta-feira (1º/04)
Horário: 10h
Local: Praça da Feira do Jardim Curitiba, localizada na Avenida do Povo, 37, Jardim Curitiba I

Secretaria Municipal de Saúde (SMS) – Prefeitura de Goiânia

– link Read More

0 Shares
You May Also Like