Reino Unido e GSI lançam campanha sobre segurança cibernética

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Uma campanha implementada pelo Governo do Reino Unido, em parceria com o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), pretende conscientizar a população brasileira, principalmente os mais jovens, sobre a importância dos cuidados com a segurança cibernética e da informação.

A ideia da Campanha Cidadania Digital é comunicar para educar e tem como público alvo prioritário os adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, além de pais e professores.

A iniciativa é coordenada pela Embaixada Britânica no Brasil e faz parte do Digital Access Programme – DAP (Programa de Acesso Digital), financiado pelo Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido e que também está presente na África do Sul, Indonésia, Quênia e Nigéria. O objetivo é levar acesso digital mais inclusivo, acessível, seguro e protegido para comunidades digitalmente excluídas e carentes dos cinco países parceiros.

O GSI esclarece que não possui nenhuma ingerência sobre recursos financeiros e eventuais contratos relacionados ao programa e que a medida é totalmente gerida pelo Governo do Reino Unido, com apoio de uma empresa privada. 

O programa tem como base os resultados apresentados pela avaliação de maturidade da capacidade cibernética dos brasileiros (CMM – Cybersecurity Capacity Maturity Model for Nations, em inglês). Segundo essa avaliação, realizada pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, um dos maiores déficits de maturidade do Brasil diz respeito à educação e à conscientização da população em relação à segurança cibernética. 

A proposta da Campanha está em conformidade com os objetivos da Política Nacional de Segurança da Informação (PNSI) que, entre outros pontos, busca contribuir para a segurança do indivíduo, da sociedade e do Estado, por meio da orientação das ações de segurança da informação. 

A Campanha Cidadania Digital também está alinhada com a Estratégia Nacional de Segurança Cibernética (E-Ciber) para elevar o nível de maturidade da sociedade em segurança cibernética e aumentar a compreensão das ameaças e dos riscos no espaço cibernético. 

O conteúdo das peças da campanha está baseado em uma Nota Técnica desenvolvida pelo Departamento de Segurança da Informação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. As ações de conscientização da sociedade serão abordadas em 12 estágios de conhecimento, em ordem de prioridade, dos mais simples para os mais complexos. Entre os temas estão: fundamentos para a segurança digital; uso seguro de aplicativos e outras ferramentas digitais; protegendo o dispositivo digital pessoal; netiqueta (normas de conduta da internet); direito digital; segurança em redes; segurança do usuário; e jogos on-line.

De acordo com o GSI, o público alvo, os adolescentes, já apresentam um domínio do conteúdo e funcionamento das plataformas e aparelhos digitais, porém estão expostos a contínuas ameaças cibernéticas e devem conhecer como evitá-las para tornar sua experiência virtual segura e positiva. “A Internet, não oferece apenas uma grande oportunidade para obter acesso a todo tipo de informações ou para criar conteúdo próprio, mas também abrange múltiplos perigos aos quais estão expostos, em especial, os mais jovens. Enxergamos como urgente sensibilizar os pais, os educadores e os jovens sobre os riscos e as consequências que pode ter o uso indevido das novas tecnologias e promover a utilização responsável destas. A melhor forma de combater o crime cibernético é educar o usuário”, afirma o GSI em nota.

Confira dicas de segurança digital em nossas redes sociais.

 

0 Shares
You May Also Like