Seleção feminina é campeã por equipes no Pan de ginástica artística

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Ao longo da última semana, as ginastas brasileiras vinham sobrando no Pan-Americano de Ginástica Artística, que está sendo disputado na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. Neste domingo (17), o domínio se transformou em história: pela primeira vez, o Brasil superou os Estados Unidos, uma das grandes potências mundiais da modalidade, em uma prova por equipes e saiu com o ouro. Vale destacar que a seleção dos Estados Unidos competiu com parte da equipe principal. O feito inédito coloca uma cereja no bolo da semana da equipe: na sexta-feira (15) as brasileiras já haviam obtido a melhor somatória entre todos os países nas disputas individuais e, consequentemente, garantido vaga no Mundial da modalidade, que será disputado em outubro, em Liverpool (Inglaterra).

A FESTA DAS CAMPEÃS 🤸🏽‍♀️🇧🇷

🔹Rebeca Andrade
🔸Flavia Saraiva
🔹Julia Soares
🔸Lorrane Oliveira
🔹Carolyne Pedro
🔸Christal Bezerra#CanalOlimpicodoBrasil pic.twitter.com/zzG0kE3S5v

— Time Brasil (@timebrasil) July 17, 2022

As grandes estrelas da equipe brasileira foram as mesmas responsáveis por três ouros e duas pratas para o Brasil na sexta: Flávia Saraiva e Rebeca Andrade. As duas foram acompanhadas por Carolyne Pedro, Júlia Soares, Lorrane Oliveira e Christal Bezerra (reserva). No total, o Brasil acumulou 162.999 pontos, contra 161.000 dos Estados Unidos, que ficaram com a prata, e 155.534 do Canadá, que conquistou o bronze.

Rebeca conseguiu a maior nota entre as ginastas do Brasil com sua performance no salto, que rendeu nota 14.500. Neste aparelho, Flávia Saraiva alcançou 14.300 e Carolyne Pedro, 13.300. 

Nas barras assimétricas, Lorrane foi acionada e cravou 13.100. Flavinha alcançou 13.600 e Rebeca 14.433.Já nas traves, o Brasil teve as três melhores notas entre todas as participantes: novamente Rebeca foi a primeira, com 14.133, seguida por Flávia (13.867) e Júlia Soares (13.467).

Júlia Soares dá show na trave…

E a torcida brasileira vai ao delírio! 👏🇧🇷#CanalOlimpicodoBrasil pic.twitter.com/ZzwQ4BwQa4

— Time Brasil (@timebrasil) July 17, 2022

Por último, no solo, Rebeca ficou de fora. Flavinha conseguiu 13.633. Júlia obteve 12.867 e Carolyne 12.333.

Esta foi a segunda vez consecutiva que a seleção feminina saiu com o ouro por equipes no Pan. Porém, em 2021, quando a competição também foi disputada no Rio, os Estados Unidos não participaram, por já estarem classificados aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

0 Shares
You May Also Like