Soraya diz que preservará relações com principais parceiros comerciais

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A candidata à Presidência da República pela União Brasil, Soraya Thronicke, disse, hoje (29), que, se eleita, preservará as relações comerciais do Brasil com outros países independentemente das linhas ideológicas dos governos. Dirigindo-se aos empresários durante evento promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Soraya revelou que, como presidente, preservará, com todos países, relações que possam trazer ao Brasil benefícios econômicos e comerciais, e que, para isso, terá por princípio respeitar a soberania de cada um deles.

Segundo ela, é inadmissível que declarações coloquem em risco as relações entre Brasil e seu principal parceiro comercial – no caso, a China.

“Os senhores [empresários] têm clientes. Tratam diferente clientes antigos e novos? Clientes novos podem ser os principais no futuro. Não vamos invadir soberania dos outros países nem nos meter nas questões deles. Nossas relações são comerciais”, disse a candidata.

Ela acrescentou que, por meio da economia, todos os problemas do país poderão ser resolvidos. “O problema da saúde, da educação, das relações externas, do transporte… é tudo economia. Se a economia não vai bem, não há sequer o que conversar”, argumentou.

Durante a conversa, a candidata voltou a reiterar o principal ponto de seu projeto de governo: o imposto único. “Vamos substituir 11 tributos federais por um só imposto”, disse a candidata ao desafiar economistas a debaterem o tema com ela.

0 Shares
You May Also Like