Thronicke defende universidades voltadas para necessidades do mercado

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A candidata do União Brasil à presidência da República, Soraya Thronicke, defendeu hoje (5) que a oferta de cursos nas universidades públicas seja voltada para as demandas do mercado de trabalho. De acordo com ela, as instituições de ensino públicas devem traçar estratégias que objetivem a empregabilidade.

“As universidades precisam estar voltadas para oferta de cursos daquilo que o mercado requer. Às vezes, nós temos cursos oferecidos sem que o mercado tenha essa demanda. Por isso, é importante a gente saber, em cada região, o que o mercado quer”, disse a candidata em transmissão nas redes sociais.

Thronicke defendeu ainda uma “função social” das teses ou monografias defendidas por alunos financiados com bolsas públicas. “Toda a bolsa que o estado dá tem que ter um retorno para o próprio Estado”, disse. “Qual é o tema [da dissertação]? Qual é a função social desse estudo? Tudo tem função social: a propriedade, a empresa. Por que o estado vai investir em você, o que que você está dando de retorno?”, questionou.

Nesta segunda-feira, Thronicke fez campanha na capital paulista. A agenda da candidata previa entrevistas para a rádio Trianon, para a revista IstoÉ, para o Portal Jovem Pan, para o portal Gazeta do Povo, para a rádio Capital, de Cuiabá, e uma live nas redes sociais.

0 Shares
You May Also Like