Via Sacra de Planaltina de volta na Semana Santa

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Depois de dois anos sem ser realizada, em função da pandemia da covid-19, a Via Sacra ao Vivo de Planaltina prepara-se para emocionar um público estimado de 100 mil pessoas que devem se deslocar, ao longo do dia 15 de abril, para o Morro da Capelinha. Bem imaterial do Distrito Federal desde 2008, a encenação da morte e ressurreição de Jesus Cristo tem, neste ano, fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) em valor estimado de R$ 700 mil.

No momento, a pasta acerta os detalhes finais para a assinatura do repasse do recurso em tempo hábil para a realização da manifestação tradicional popular e religiosa, realizada desde 1973.

Marcada para as 15h, a encenação será transmitida em tempo real, com intérpretes de Libras | Foto: Divulgação

“Será um momento de exaltação à fé e de renovar esperança na volta à normalidade. Nossas tradições religiosas e culturais permaneceram inabaláveis e agora voltam com toda energia, criando um clima de grande expectativa no segmento da economia criativa”, destaca o secretário Bartolomeu Rodrigues, que acompanha de perto os trâmites da contratação.

“Será um momento de exaltação à fé e de renovar esperança na volta à normalidade. Nossas tradições religiosas e culturais permaneceram inabaláveis e agora voltam com toda a energia, criando um clima de grande expectativa no segmento da economia criativa” – Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa

Às vésperas de completar meio século de existência, a Paixão de Cristo no Morro da Capelinha tem proposta de realização híbrida, com exibição das encenações do Domingo de Ramos, às 13h, e da Santa Ceia, às 14h, antes do evento presencial, tanto em telão de LED de 10 por 6 metros, instalado no Morro da Capelinha, quanto no canal do YouTube do Grupo Via Sacra.

Marcada para as 15h, a encenação também será transmitida em tempo real, com intérpretes de Libras. O local terá um espaço destinado para que pessoas com deficiência possam acompanhar a encenação presencial, garantindo assim acessibilidade ao evento.

Quinze estações

Com mais de mil atores, figurantes e voluntários, o espetáculo Via Sacra ao Vivo de Planaltina começa com a condenação de Jesus à morte nos três julgamentos: religioso (por Anás e Caifás); político (por Herodes) e militar (por Pilatos). Após a flagelação e coroação de espinhos, são encenadas as demais estações, passando pelo encontro de Jesus com Maria, a ajuda de Cireneu e o carinho de Verônica.

A cena da morte é um dos pontos altos do espetáculo pelo uso de efeitos especiais. Jesus é descido da cruz e colocado nos braços de Maria. Logo após, é levado ao sepulcro, quando o público é saudado pelo Grupo Via Sacra e sua banda com um momento de descontração.

Leia também

Suspensão da via sacra no Morro da Capelinha

Via Sacra no Morro da Capelinha não será realizada este ano

Aberto credenciamento de ambulantes para a Via Sacra

Na 15ª e última estação, é encenada a ressurreição. Após a aparição de um anjo, Jesus vem caminhando e é acompanhado por vários efeitos especiais. O final conta com a ascensão de Jesus Cristo, quando o ator é elevado por um sistema a uma altura acima de 5 metros, proporcionando ao público a impressão que Cristo está levitando. Fechando o espetáculo, um show pirotécnico ao som do Aleluia, de Handel.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

The post Via Sacra de Planaltina de volta na Semana Santa appeared first on Agência Brasília.

– link Read More

0 Shares
You May Also Like