Wilder Morais propõe soluções para aumentar o desenvolvimento econômico em Goiás e gerar mais emprego e ren da

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Nesta terça-feira (13), o candidato ao Senado Wilder Morais (PL) participou de sabatina realizada pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) em parceria com a Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio) e destacou o que pretende fazer como Senador para gerar mais emprego e renda para os goianos

Wilder Morais já foi senador, secretário de Infraestrutura e de Indústria e Comércio. Ficou conhecido como o Senador dos Livros, por distribuir mais de 1 milhão de exemplares para estudantes universitários. Atualmente é o candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Goiás.

Em sua fala de apresentação na sabatina, Wilder Morais relembrou a origem humilde e o trabalho que já realizou por Goiás, como a criação de duas universidades federais, o aumento dos recursos para o FIES e o projeto de lei de sua autoria que permitiu ao morador do campo ter direito a arma para proteger sua família.

Ao responder perguntas sobre o Sistema S, Wilder Morais destacou a importância de investir em qualificação profissional e em universidades púbicas para gerar mais oportunidades de emprego e fazer com que o estado se desenvolva. “Para a vida dos goianos melhorar e nosso estado ser mais forte nos precisamos investir em três coisas: desenvolvimento econômico, educação de qualidade e qualificação profissional e na defesa e proteção das famílias. Esse é o meu compromisso, essas serão as três principais bandeiras do meu mandato”, afirmou Wilder Morais.

O candidato ao senado pelo PL também ressaltou que para Goiás se desenvolver, para atrair empresas e indústrias, é preciso investir na infraestrutura do estado, com rodovias que facilitem o escoamento da produção, principalmente do norte de Goiás, investir em saneamento e em tecnologia. E citou como exemplo, o compromisso de destinar recursos para essas áreas.

Wilder também afirmou que o Senai, Senar, Sebrae, Sescoop e Senac são instituições que dão certo e estão em todas as regiões do Estado, com cursos de capacitação e que pretende ser um parceiro do Sistema S. “O trabalho que fazem tem papel relevante, atuando de forma efetiva na formação e qualificação profissional dos trabalhadores e isso precisa continuar e ser cada vez maior.”

Durante a Sabatina, Wilder também respondeu a perguntas sobre Industrialização do Estado, investimentos na infraestrutura, incentivos fiscais, inclusão do Teletrabalho na Lei Trabalhista, e luta pela continuidade do Sistema S.

0 Shares
You May Also Like