Wilder Morais tem candidatura ao Senado deferida pelo TSE

0 Shares
0
0
0
0
0
0

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu, ontem (30), a candidatura de Wilder Morais 222 ao Senado, pelo Partido Liberal (PL). O ex-senador concorre ao pleito com Izaura Cardoso, como primeira suplente e Hélio Araújo, como segundo suplente.

Até 12 de setembro, o TSE precisa julgar ainda as candidaturas de outros oito candidatos ao Senado por Goiás. O sistema utilizado nas eleições para o cargo de senador é o majoritário. É eleito o candidato que tiver o maior número dos votos apurados no estado.

Wilder Morais afirma que anseia a vaga no Senado para dar continuidade a uma missão de vida. “Como engenheiro e empresário eu me vejo realizado. Quero retribuir tudo o que a vida me deu, trabalhando para que outras pessoas tenham a mesma oportunidade. Eu acredito que a política é a forma de promover mudanças que perduram. Minhas contribuições como empresário, quando eu morrer, acabam. Na política, elas ficam para sempre", ressaltou.

0 Shares
You May Also Like