Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Luziânia marca início dos investimentos do Goiás na Frente - Jornal Brasil em Folhas
Luziânia marca início dos investimentos do Goiás na Frente


O Governo de Goiás lançou nesta quinta-feira, dia 13, a pedra fundamental da obra de reforço da Subestação de Luziânia (Entorno do Distrito Federal), com a construção de um Compensador Estático, orçada em R$ 98 milhões. A obra, com previsão de entrega para agosto de 2018, “vai garantir eficiência energética para toda a região do Entorno de Brasília e para atender uma demanda grande de Cristalina em relação aos pivôs, além de garantir eficiência energética para as famílias, o comércio e a indústria”, ressaltou o governador Marconi Perillo. Os recursos são provenientes da Celg G&T e do Tesouro Estadual, por meio do Programa Goiás na Frente.

O presidente da Celg G&T, Bráulio Afonso Morais, salientou que “o Compensador Estático vai melhorar em qualidade e quantidade a demanda por energia elétrica na região”. O prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin, aposta na atração de novas indústrias para os municípios da região do Entorno do Distrito Federal com a modernização do sistema energético: “Essa obra vai fomentar, de Cristalina a Santo Antônio do Descoberto, o desenvolvimento econômico com mais indústrias e a ampliação do setor rural com os pivôs centrais. A visão do governador Marconi Perillo está mudando para melhor a realidade de Luziânia e municípios vizinhos”.

Subestação de Luziânia Wagnas Cabral (1)O titular da Secima, Vilmar Rocha, destacou a importância da parceira do Governo com a iniciativa privada. “Nós temos que acabar com essa cultura de medo de fazer parceria com a iniciativa privada. O Estado não tem poupança para todas as obras de geração e transmissão de energia elétrica. É preciso ter coragem para mudar essa cultura e o nosso governador tem. Tanto é que a Celg G&T inovou e está levando desenvolvimento para todo o Estado por meio de parcerias com o setor privado”, frisou.

A secretária Cidadã e deputada estadual Lêda Borges, representando os municípios da região do Entorno do DF, disse que “Cristalina e o Entorno esperavam por essa obra para fomentar o corredor econômico até Brasília. Nós estamos felizes com essa visão moderna, inovadora e futurista do governador Marconi Perillo.

Criada no primeiro mandato de Marconi à frente do Governo de Goiás, a Celg G&T tem como objetivo a geração e a transmissão de energia elétrica necessárias à conexão ao sistema elétrico que abastece o Estado. “Essa é uma empresa que me orgulha muito porque nós pegamos ela lá embaixo, a constituímos, e hoje ela é uma empresa robusta que vai chegar no final desse ano a um faturamento de mais de R$ 130 milhões”, frisou o governador ao comentar que a Celg G&T participa de sociedade em várias subestações, inclusive fora do Estado, em Campo Grande, e também da construção de pequenas centrais hidroelétricas para a geração de energia e de linhas de transmissão.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212