Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Filhos de líderes israelenses brigam por causa de cocô de cachorro - Jornal Brasil em Folhas
Filhos de líderes israelenses brigam por causa de cocô de cachorro


Uma impensável disputa sobre fezes caninas desembocou em uma suja discussão nas redes sociais entre o filho do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e os herdeiros de outros ex-governantes.

O estopim da briga, que roubou a atenção da imprensa, foi um suposto cocô da cadela de Netanyahu, Kaya, em um parque de Jerusalém.

Uma vizinha contou no Facebook que havia pedido ao filho mais velho de Netanyahu, Yair, que passeava com Kaya, para recolher as fezes e que ele a respondeu mostrando o dedo do meio.

Não está claro se foi Kaya quem fez as suas necessidades no parque.

A história poderia ter acabado ali. Mas Molad, uma organização contrária ao primeiro-ministro conservador, a recuperou no domingo no Facebook intitulada de Cinco coisas que você não sabe sobre o herdeiro da coroa Yair Netanyahu.

Este reagiu na própria rede social negando as mentiras e calúnias e tachou Molad, que se apresenta como um centro de reflexão independente, de ser financiada por estrangeiros que querem a destruição de Israel.

Em sua publicação, Yair, de 25 anos, questiona o motivo pelo qual certas organizações não tratam da mesma forma os filhos de ex-chefes de Governo como Shimon Peres, Ariel Sharon e Ehud Olmert.

Omri Sharon, por exemplo, passou quatro meses na prisão em 2008 por financiamento ilícito de campanhas eleitorais de seu pai, já falecido.

Yair Netanyahu também evocou as interessantes relações de um dos filhos de Ehud Olmert com um homem palestino, sugerindo que havia colocado em perigo a segurança do país ao se relacionar com um palestino.

Sua resposta foi finalizada com os emojis de uma mão mostrando o dedo do meio e de um cocô sorridente.

Aril Olmert o respondeu diretamente pelo Facebook: Olá, Yair Netanyahu, sou o filho secreto de Olmert, o filho gay, o que vive com um palestino e que fugiu com ele para Paris. Na realidade, esta história é toda uma mentira. Gosto de mulheres, moro com uma e temos uma filha.

O grande problema é o racismo e o caráter homofóbico, disse. Ao contrário de você [...] trabalho para viver. E, pra começar, tento recolher o cocô do meu cachorro.

Os detratores da família Netanyahu criticam Yair, apresentando-o como um jovem que vive na casa do primeiro-ministro sem ter um emprego oficial. Acusam os seus pais de exercício hegemônico do poder e de preparar Yair para o substituir.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212