Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Livros resgatam história da administração pública em Goiás - Jornal Brasil em Folhas
Livros resgatam história da administração pública em Goiás


O Governo de Goiás lança nesta quarta-feira, dia 21, dois livros históricos que resgatam a história da administração pública no Estado: a Coletânea do Planejamento em Goiás – 1961 à 2018 e Reformas Administrativas nos Últimos 15 Anos. Também será divulgado o Caderno de Entregas e Resultados, que contém os planos de ação dos desafios pactuados pelos municípios goianos e o governo estadual no âmbito da Aliança Municipal pela Competitividade do Programa Goiás Mais Competitivo e Inovador (GMCI).

A solenidade será às 14 horas no Auditório Mauro Borges, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, na Praça Cívica, em Goiânia, e presidida pelo governador Marconi Perillo. O governo quer reunir todos os ex-governadores e ou seus familiares e representantes. O vice-governador José Eliton, secretários de Estado, prefeitos e autoridades políticas e representantes de entidades de classe e da sociedade estarão presentes.

A Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) é a responsável pelas publicações. O livro Reformas Administrativas – 15 Anos de Transformações no Poder Executivo ficou a cargo da Superintendência de Modernização Institucional. A Coletânea do Planejamento em Goiás – 1961 a 2018 esteve sob a responsabilidade da Superintendência do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos e o Caderno de Entregas e Resultados foi elaborado pela Superintendência de Central de Planejamento.

Coletânea
A Coletânea do Planejamento em Goiás condensa os planos de governos do Executivo nos últimos 57 anos, tendo como marco o governo Mauro Borges (1961-1964) e culminando com o atual mandato de Marconi Perillo. O conteúdo completo está disponível no site do Instituto Mauro Borges (IMB), no endereço http://www.imb.go.gov.br/.

A coletânea se baseia nos conceitos de transparência e disseminação de informações. Os documentos, de grande relevância histórica, estavam dispersos em vários arquivos, bibliotecas ou mesmo em posse de particulares, e estão agora reunidos e poderão ser consultados pela sociedade.

Estudantes, pesquisadores, empresários, organizações não governamentais e a sociedade civil em geral poderão encontrar na Coletânea todo o histórico de planejamento de Goiás. Também há a apresentação de cada Plano de Governo, elaborada pelo próprio coordenador que trabalhou na área ou por pesquisadores.

A Coletânea do Planejamento em Goiás contém os planos de 14 governos: Mauro Borges (1961-1964), Otávio Lage de Siqueira (1966-1970), Leonino di Ramos Caiado (1971-1974), Irapuan Costa Júnior (1975-1978), Ary Valadão (1979-1982), Iris Rezende Machado (2 vezes: 1983-1986 e 1991-1994), Henrique Santillo (1987-1990), Maguito Vilela (1995-1998), Alcides Rodrigues (2007-2010) e Marconi Perillo (4 vezes: 1999-2002, 2003-2006, 2011-2014 e 2015-2018).

A série de planos de governo inicia-se com o Plano de Desenvolvimento Econômico, do governador Mauro Borges, popularmente conhecido como “Plano MB”, que é um marco no planejamento público em Goiás, devido à sua qualidade e completude de informações sociais, econômicas, geográficas, de infraestrutura, de recursos naturais, entre outras. Ao longo das últimas quatro décadas, o Plano MB vem servindo de parâmetros para a elaboração de planejamentos de vários outros governadores.

No livro, de 62 páginas, há uma síntese da história de vida de cada governador e em seguida o resumo do plano de governo. O do governo Mauro Borges é feito pelo professor e pesquisador do CNPq Tadeu Alencar Arrais. O responsável pelas apresentações dos planos de governo Otávio Lage de Siqueira e de Alcides Rodrigues é o engenheiro Oton Nascimento Júnior, que foi secretário de Planejamento e também de Fazenda.

A socióloga Sulamita de Aquino Porto, que atuou na área de planejamento do Governo Estadual por 28 anos, é a responsável pela apresentação do plano de governo de Leonino di Ramos Caiado. Já o ex-governador Irapuan Costa Júnior se encarregou de fazer o resumo do seu próprio plano de governo para o documento. A doutora em história econômica e professora aposentada da UFG, Maria do Amparo Albuquerque Aguiar, resumiu o plano de governo de Ary Valadão para a Coletânea.

O plano de governo de Iris Rezende, em seu primeiro mandato, de 1983 a 1986, foi coordenado pelo economista e ex-secretário de Planejamento e ex-ministro Flávio Reis Peixoto da Silveira. Já no segundo mandato, de 1991 a 1994, o coordenador foi o ex-secretário de Planejamento e ex-prefeito de Inhumas, Irondes José de Morais.

O economista e ex-secretário de Planejamento Fernando Neto Safatle coordenou o plano de governo Henrique Santillo e é o responsável pela apresentação das ações daquela administração na Coletânea do Planejamento de Goiás, elaborada pelo IMB/Segplan.

A apresentação do plano de governo de Maguito Vilela na Coletânea é o próprio ex-governador. Já nos governos Marconi Perillo, em duas gestões (1999-2002 e de 2011 a 2014), está a cargo do economista e ex-secretário de Planejamento e atual deputado federal Giuseppe Vecci. Na gestão de 2003 a 2006 é o advogado e ex-secretário de Planejamento e atual secretário da Casa Civil, José Carlos Siqueira. No atual governo de Marconi, que se encerra este ano, o ex-secretário de Segurança Pública e atual secretário de Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, destaca na Coletânea do Planejamento em Goiás a consolidação de um projeto de Governo.

Reformas
O livro Reformas Administrativas – 15 Anos de Transformações no Poder Executivo – 2003 a 2018 relata as mudanças pelas quais passou a organização estrutural da administração pública estadual. Traz uma completa narrativa com os atos normativos que marcaram as mudanças estruturais neste período, envolvendo a criação, extinção, fusão, desmembramento ou transformação de órgãos e entidades ou de suas estruturas internas, compostas pelas unidades administrativas.

Além de ser documento de consulta, a publicação reflete um período em que o Governo de Goiás sempre buscou se antecipar às necessidades históricas, de forma a apresentar uma estrutura sólida, ágil e capaz de atender às demandas da sociedade.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212