Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Saúde pública de Cuiabá é tema de reunião com vereadores da capital - Jornal Brasil em Folhas
Saúde pública de Cuiabá é tema de reunião com vereadores da capital


Os avanços e os repasses financeiros feitos à saúde pública de Cuiabá foram discutidos pelo governador Pedro Taques e os vereadores da capital no Palácio Paiaguás, nesta sexta-feira (06.04). Na ocasião, o chefe do Executivo elencou as principais ações realizadas para melhorar a saúde no Estado durante os mais de três anos de gestão.

Entre os trabalhos está a obra da nova sede do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), construído no terreno do Hospital Regional de Mato Grosso, local abandonado há mais 30 anos em Cuiabá.

O novo Cridac será a primeira parte da Cidade da Saúde que irá reunir unidades de saúde especializadas da capital, segundo o governador, que destacou que o espaço está sendo construído com recurso recuperado nas ações de combate à corrupção e deve ser entregue à população mato-grossense no primeiro semestre deste ano.

Outro avanço destacado por Taques foi a obra do novo Pronto Socorro de Cuiabá. A unidade de saúde será equipada pelo Governo do Estado e terá 258 leitos para atender pacientes da capital e do interior do Estado.

Repasse à saúde

Atualmente, o Governo do Estado repassa para saúde pública de Cuiabá em torno de R$ 8,5 milhões mensal garantindo a estrutura de atendimento à população da capital e do interior do Estado, segundo o assessor especial da Secretaria de Saúde, Wagner Simplício.

“Toda a transferência é realizada para o Fundo Municipal de Saúde. O Governo do Estado não tem contrato direto com hospitais filantrópicos e privados. Transferimos o recurso sempre via fundo, ou seja, quem faz o contrato com o serviço é a prefeitura de Cuiabá”, explicou Simplício.

O assessor disse ainda que o Estado busca equalizar uma dívida com o município referente aos anos de 2016 e 2017. “São dividas feitas por programas que o Governo do Estado criou de transferências não obrigatórias, mas são transferências importantes que dão o suporte e ajuda ao município de Cuiabá para desenvolver a sua saúde pública. Estamos fazendo as transferências a partir do aumento de fluxo que tem no caixa do Governo do Estado”, disse Simplício.

O presidente da Câmara Municipal, Justino Malheiros, classificou a reunião como positiva. “A Câmara não podia se omitir. Vivemos o dia a dia com a sociedade e sabemos o que a nossa população vem sofrendo. Saímos daqui satisfeito com o que ouvimos do Governo”, disse.

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE