Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Saúde pública de Cuiabá é tema de reunião com vereadores da capital - Jornal Brasil em Folhas
Saúde pública de Cuiabá é tema de reunião com vereadores da capital


Os avanços e os repasses financeiros feitos à saúde pública de Cuiabá foram discutidos pelo governador Pedro Taques e os vereadores da capital no Palácio Paiaguás, nesta sexta-feira (06.04). Na ocasião, o chefe do Executivo elencou as principais ações realizadas para melhorar a saúde no Estado durante os mais de três anos de gestão.

Entre os trabalhos está a obra da nova sede do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), construído no terreno do Hospital Regional de Mato Grosso, local abandonado há mais 30 anos em Cuiabá.

O novo Cridac será a primeira parte da Cidade da Saúde que irá reunir unidades de saúde especializadas da capital, segundo o governador, que destacou que o espaço está sendo construído com recurso recuperado nas ações de combate à corrupção e deve ser entregue à população mato-grossense no primeiro semestre deste ano.

Outro avanço destacado por Taques foi a obra do novo Pronto Socorro de Cuiabá. A unidade de saúde será equipada pelo Governo do Estado e terá 258 leitos para atender pacientes da capital e do interior do Estado.

Repasse à saúde

Atualmente, o Governo do Estado repassa para saúde pública de Cuiabá em torno de R$ 8,5 milhões mensal garantindo a estrutura de atendimento à população da capital e do interior do Estado, segundo o assessor especial da Secretaria de Saúde, Wagner Simplício.

“Toda a transferência é realizada para o Fundo Municipal de Saúde. O Governo do Estado não tem contrato direto com hospitais filantrópicos e privados. Transferimos o recurso sempre via fundo, ou seja, quem faz o contrato com o serviço é a prefeitura de Cuiabá”, explicou Simplício.

O assessor disse ainda que o Estado busca equalizar uma dívida com o município referente aos anos de 2016 e 2017. “São dividas feitas por programas que o Governo do Estado criou de transferências não obrigatórias, mas são transferências importantes que dão o suporte e ajuda ao município de Cuiabá para desenvolver a sua saúde pública. Estamos fazendo as transferências a partir do aumento de fluxo que tem no caixa do Governo do Estado”, disse Simplício.

O presidente da Câmara Municipal, Justino Malheiros, classificou a reunião como positiva. “A Câmara não podia se omitir. Vivemos o dia a dia com a sociedade e sabemos o que a nossa população vem sofrendo. Saímos daqui satisfeito com o que ouvimos do Governo”, disse.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212