Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em Angra, general Nunes anuncia medidas de combate a crimes na cidade - Jornal Brasil em Folhas
Em Angra, general Nunes anuncia medidas de combate a crimes na cidade


O secretário de estado de segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, esteve hoje (16) em Angra dos Reis onde anunciou medidas para reforçar o combate à criminalidade no município e no sul fluminense. A agenda envolveu um sobrevoo em áreas da cidade, visitas às instalações das forças de segurança pública e reuniões com o prefeito e com policiais militares e civis. Mais cedo, ele também esteve em Volta Redonda.

Richard Nunes anunciou que 20 viaturas serão disponibilizadas para as atividades, em Angra dos Reis e nos municípios próximos, realizadas no âmbito do Programa Estadual de Integração da Segurança (Proeis). O 33º Batalhão da Polícia Militar é responsável também pela patrulha em Paraty, Rio Claro e Mangaratiba. A capacidade operativa vai melhorar muito e o policiamento será bastante beneficiado, disse.

Ele destacou ainda o retorno do Regime Adicional de Serviço (RAS), que garantirá mais policiais na rua com o pagamento de horas-extras. Outra medida que deve beneficiar a cidade, segundo o secretário, é a reestruturação das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), que prevê a realocação de efetivos, reforçando diversos batalhões do estado.

A visita aos dois municípios do sul fluminense teve como objetivo permitir que o secretário conheça melhor a situação da região. Na próxima semana, estão previstas passagens por Campos dos Goytacazes e Macaé, no norte fluminense. Temos total interesse em compreender melhor a realidade do local para buscarmos soluções integradas em parceria com outras estruturas do estado e dos municípios. Assim poderemos reduzir os índices de criminalidade e dar uma resposta adequada aos anseios da sociedade, disse Richard Nunes.

Em fevereiro, cerca de dez dias antes do presidente Michel Temer decretar a intervenção federal na segurança pública do estado, o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, esteve em Brasília para pedir reforço no combate à criminalidade no município. Na ocasião, ele se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (MDB-RJ), e com assessores da presidência da República e do Ministério das Cidades.

A viagem ocorreu duas semanas após intensos tiroteios entre policiais e facções de traficantes que ocorreram em um intervalo de quatro dias. Nos episódios, morreram nove suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. Eles seriam vinculados às facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), que estariam em disputa pelo domínio de pontos de venda de drogas.

De acordo com o delegado Bruno Gilaberte, titular da 166ª Delegacia da Polícia Civil, o general reconheceu a qualidade do trabalho desenvolvida na região, considerando as condições existentes, e manifestou sensibilidade com a realidade local. Ele acredita que haverá redução da criminalidade. Estamos investindo cada vez mais em inteligência até para que nós possamos obter resultados mais efetivos do que esse trabalho de enxugar gelo que é verificado corriqueiramente, disse Gilaberte.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212