Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em Brasília, 2º título mundial é comemorado na Aliança Francesa - Jornal Brasil em Folhas
Em Brasília, 2º título mundial é comemorado na Aliança Francesa


Poucas horas após celebrar o Dia da Bastilha, cerca de 80 membros da comunidade francesa de Brasília se reuniram hoje (15), na sede da Aliança Francesa, para acompanhar a final da Copa do Mundo, vencida pela Seleção da França por 4 a 2 contra a Croácia.

Mesmo após Kylian Mbappé marcar um quarto gol, aos 19 minutos do segundo tempo, os torcedores franceses, que lotavam o auditório da escola, ainda não se davam por satisfeitos e seguiam entusiasmados, aguardando uma ampliação de placar.

Munida de cornetas muito mais discretas do que as trovejantes vuvuzelas, a torcida na Aliança Francesa poderia ser descrita, mais fielmente, como um agrupamento francófono nada ortodoxo, já que era formada por pessoas, além de franceses, de nacionalidades a brasileira e angolana, que cursam o idioma francês na instituição. Alguns deles circulando pelas dependências da escola com cachecóis, croissants e taças de vinho e espumante.

Para Carolina Lavelot, estudante de direito em uma universidade de Estrasburgo, Leste da França, o encontro foi especial por proporcionar a aproximação de colegas de turma que não via há algum tempo. Diferentemente de amigos que estavam maquiados com tintas de bastão, ela, com o rosto colorido pela lambuzada guache, disse que a vitória francesa foi merecida.

Quando o Brasil saiu da Copa, a gente começou a torcer muito pela França, e o time francês surpreendeu até os franceses, afirmou. Teve um momento em que eu estava torcendo para os dois, porque a Croácia ainda não tem nenhum título, acrescentou

A jovem comentou ainda que, embora o país europeu tenha uma relação distinta dos brasileiros com o futebol, a comunhão de sentimentos diante de um campeonato mundial pode ser considerada semelhante.

Não é uma religião, como é no Brasil. Nossa comemoração é muito mais de juntar com a família e amigos, disse. É uma festa atrás da outra, disse, sorrindo, em referência à solenidade de 14 de julho, organizada em memória ao principal símbolo da Revolução Francesa.

Edição: Aécio Amado

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212