Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em Brasília, 2º título mundial é comemorado na Aliança Francesa - Jornal Brasil em Folhas
Em Brasília, 2º título mundial é comemorado na Aliança Francesa


Poucas horas após celebrar o Dia da Bastilha, cerca de 80 membros da comunidade francesa de Brasília se reuniram hoje (15), na sede da Aliança Francesa, para acompanhar a final da Copa do Mundo, vencida pela Seleção da França por 4 a 2 contra a Croácia.

Mesmo após Kylian Mbappé marcar um quarto gol, aos 19 minutos do segundo tempo, os torcedores franceses, que lotavam o auditório da escola, ainda não se davam por satisfeitos e seguiam entusiasmados, aguardando uma ampliação de placar.

Munida de cornetas muito mais discretas do que as trovejantes vuvuzelas, a torcida na Aliança Francesa poderia ser descrita, mais fielmente, como um agrupamento francófono nada ortodoxo, já que era formada por pessoas, além de franceses, de nacionalidades a brasileira e angolana, que cursam o idioma francês na instituição. Alguns deles circulando pelas dependências da escola com cachecóis, croissants e taças de vinho e espumante.

Para Carolina Lavelot, estudante de direito em uma universidade de Estrasburgo, Leste da França, o encontro foi especial por proporcionar a aproximação de colegas de turma que não via há algum tempo. Diferentemente de amigos que estavam maquiados com tintas de bastão, ela, com o rosto colorido pela lambuzada guache, disse que a vitória francesa foi merecida.

Quando o Brasil saiu da Copa, a gente começou a torcer muito pela França, e o time francês surpreendeu até os franceses, afirmou. Teve um momento em que eu estava torcendo para os dois, porque a Croácia ainda não tem nenhum título, acrescentou

A jovem comentou ainda que, embora o país europeu tenha uma relação distinta dos brasileiros com o futebol, a comunhão de sentimentos diante de um campeonato mundial pode ser considerada semelhante.

Não é uma religião, como é no Brasil. Nossa comemoração é muito mais de juntar com a família e amigos, disse. É uma festa atrás da outra, disse, sorrindo, em referência à solenidade de 14 de julho, organizada em memória ao principal símbolo da Revolução Francesa.

Edição: Aécio Amado

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE