Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 FGV lança plataforma com panorama sobre violência no Rio - Jornal Brasil em Folhas
FGV lança plataforma com panorama sobre violência no Rio


A Fundação Getulio Vargas apresentou hoje (31) sua nova plataforma, chamada #observasegurança, que tem por meta acompanhar a situação da segurança pública no estado do Rio de Janeiro. Fruto de dois anos de trabalho da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da FGV (DPP), a ferramenta disponibiliza informações sobre denúncias, crimes e prisões no período de 2013 a 2017.

Para o diretor da DPP, Marco Aurelio Ruediger, os números ajudarão na tomada de decisão para o combate à violência.

“A informação é o elemento central para ter o entendimento correto e eficaz de combate ao crime, que hoje tem um nível de sofisticação, que eu diria que se aproxima de ameaçar instituições. Nós temos que coibir, desmontar para que [a violência] não se torne, de fato, algo ainda mais danoso para a sociedade brasileira”, disse.

O principal objetivo da plataforma é dar visibilidade aos dados do projeto de pesquisa, com a intenção de oferecer um panorama sobre denúncias anônimas de situações que envolvam violência e/ou criminalidade, crimes registrados em Delegacias de Polícia e informações sobre prisões no estado.
Como será

O projeto é uma parceria com o Disque Denúncia, Instituto de Segurança Pública (ISP) e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), que forneceram dados utilizados no #observasegurança.

A ferramenta é dividida em três abas - denúncias, crimes e prisões - e permite que o usuário use filtros para determinar que tipo de informação deseja. Os dados estão disponíveis, por exemplo, por localidades, tipos de crimes e período.

É possível também conferir informações como os cinco tipos de denúncia mais registradas no último ano, o número de vítimas a cada ano e até mesmo os deslocamentos dos presos de suas casas até os locais do crime.

A plataforma será oficialmente inaugurada para o público a partir da próxima segunda-feira, 5, no site da DPP. Além de todos os dados já cadastrados, serão feitas atualizações ao longo dos próximos meses para a inserção de novas informações, inclusive sobre redes sociais.

*Estagiária sob supervisão de Vitor Abdala

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212