Adida reunião de integrantes da Comissão Mista de Orçamento com Alckmin

0 Shares
0
0
0
0
0
0
Wesley Amaral/Câmara dos Deputados
Celso Sabino: parlamentares querem equilibrar responsabilidade fiscal e metas sociais

Foi adiada reunião que integrantes da Comissão Mista de Orçamento fariam nesta terça-feira (8) com o coordenador da transição para o governo eleito, Geraldo Alckmin,  e líderes partidários para tratar do Orçamento de 2023 (PLN 32/22). Entre os temas que seriam debatidos, está proposta legislativa que possibilite o cumprimento de promessas eleitorais do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva e a recomposição de despesas consideradas essenciais.

Integrantes do governo eleito propuseram ao relator do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB-PI), a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) emergencial, chamada de “PEC da transição”, para acomodar despesas “inadiáveis”, como o Auxílio Brasil de R$ 600, no ano que vem.

O presidente da comissão, deputado Celso Sabino (União-PA), disse em suas redes sociais que será iniciada uma discussão “de alto nível” para buscar um orçamento mais compatível com a realidade. Segundo ele, o equilíbrio entre a responsabilidade fiscal e o cumprimento de metas sociais “são objetivos que somente o diálogo político pode alcançar”.

0 Shares
You May Also Like