Sem categoria

Governo de Goiás lança Sistema Nacional de Análise Balística

0 Shares
0
0
0
0
0
0

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO), lançou, nesta quarta-feira (30), o Sistema Nacional de Análise Balística (Sinab), que funcionará no Estado no âmbito da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC). A solenidade, realizada no auditório da SPTC, no setor Cidade Jardim, em Goiânia, marcou ainda a entrega de diversos equipamentos à corporação.

O Sinab é um dos projetos prioritários do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) no combate à criminalidade, criado por meio do Decreto nº 10.711, publicado em 04 de junho de 2021 no Diário Oficial da União. O sistema irá fornecer informações estratégicas para auxiliar investigações e correlacionar crimes com armas de fogo em todo o país, com a criação também do Banco Nacional de Perfis Balísticos.

“Os projéteis são lançados no banco e a partir daí, o sistema aponta quais prováveis projéteis podem ter saído da mesma arma. Se já houver a investigação do dono dessa arma, cruzam-se as informações, é gerado um relatório de inteligência e a partir daí segue a apuração”, explicou o titular da SSPGO, Rodney Miranda.

Goiás é o quinto estado a receber o projeto. Além das operações na Polícia Técnico-Científica goiana, o sistema já está em funcionamento nas instituições estaduais do Pará, Espírito Santo, Pernambuco e Paraná. Segundo o secretário adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Coronel BM Juruebi de Oliveira Junior, a previsão é de que, até o fim do ano, todas as unidades da federação passem a contar com a tecnologia.

“Com o investimento, será possível modernizar a segurança pública de todo o nosso Brasil, destinando ferramenta tecnológica capaz de aumentar a capacidade de elucidação de crimes cometidos com o uso de armas de fogo, em especial homicídios, feminicídios, latrocínios [roubo seguido de morte], roubos a bancos e crimes cometidos pelas organizações criminosas na modalidade ‘Novo Cangaço’”, disse.

O superintendente de Polícia Técnico-Científica, Marcos Egberto Brasil de Melo destacou a importância do trabalho integrado e do investimento contínuo em segurança pública. “Essa é uma conclusão fácil de chegar: investimento em tecnologia, ciência, dentro do combate ao crime, e inteligência é o que vai fazer os resultados dessa diminuição sustentável da criminalidade”, pontuou. “Agradeço a todos os colegas, já que, sem essa integração, nós não teríamos os resultados que estamos tendo no Brasil e, principalmente, em Goiás.”, completou.

Novos equipamentos

Além do lançamento do Sistema Nacional de Análise Balística, foram ainda entregues diversos equipamentos à Polícia Técnico-Científica de Goiás. Entre os itens entregues, trenas-laser, computadores, maletas de local de crime, lanternas táticas, maletas de papiloscopia, câmara de cianocrilato (para revelação de impressões digitais), cones e guarda-chuvas. Os materiais foram adquiridos com recursos da Senasp, Emendas Parlamentares e do Fundo a Fundo.

Participaram ainda da solenidade o coordenador geral de Pesquisa e Inovação da Senasp, Cristiano Sampaio; a superintendente da Polícia Federal em Goiás, Cassandra Ferreira Alves Parazi; o diretor geral de Administração Penitenciária, Josimar Pires Nicolau do Nascimento; o comandante de Policiamento da Capital, Coronel Durvalino Câmara dos Santos Júnior; o assessor geral da Polícia Civil de Goiás, Murillo Pollati; e o Tenente Coronel BM, Hélio Gonzaga Júnior, representando o comandante geral do CBMGO.

 

0 Shares
You May Also Like