Rússia: primeiro-ministro britânico diz que lançará pacote de sanções

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Em declaração dada no parlamento inglês na tarde de hoje (24), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou que agirá fortemente contra a Rússia após a invasão na Ucrânia. Ele disse ainda que sanções também serão impostas a Belarus por seu papel no conflito.

“O Reino Unido está lançando o maior pacote de sanções econômicas que a Rússia já viu, com novas medidas para atingir as finanças russas e os bancos, que já sofreram sanções nessa semana. Também vamos implementar um congelamento financeiro. Esses poderes vão nos permitir excluir os bancos russos do sistema financeiro do Reino Unido, que é o maior da Europa, impedindo-os de acessar os pagamentos e fazer pagamentos através do Reino Unido”.

Johnson disse ainda que, juntamente com União Europeia e Estados Unidos, o Reino Unido vai criar restrições comerciais e controles de exportações. “Vamos criar uma nova legislação para banir a exportação de itens para a Rússia, incluindo componentes tecnológicos e de setores na área de eletrônica, telecomunicações e setores aereoespaciais. A legislação será promulgada na semana que vem”, afirmou.

De acordo com o primeiro-ministro britânico, as ações russas caíram hoje mais de 45%, o que representa US$ 250 bilhões, recorde de declínio em um dia. E concluiu: “vamos continuar apertando a Rússia, tirando-a da economia mundial, dia a dia, semana a semana”.

Johnson disse que irá proteger os britânicos de qualquer ameaça, inclusive no ciberespaço. “Esse país [Rússia] está tentando redesenhar o mapa da Europa à força. Esperamos que Putin fracasse e seja visto fracassando, não importa o quanto isso custe, essa será a empreitada do Reino Unido”, concluiu.

0 Shares
You May Also Like